A Dança da Bundinha Peladinha

Uma bunda com olhos, como eu nunca pensei nisso antes!

Uma bunda com olhos, como eu nunca pensei nisso antes!

Outro dia eu vi Bruno. É uma obra-prima? Não.

Por outro lado, devo dizer que existe alguma coisa muito errada se você sair do cinema sem dar uma risada. Pode ser que você tenha um senso de humor debilitado, ou você seja aquilo que nós costumamos chamar de “cu pregado”. De qualquer forma, vai se tratar!

Muita gente reclama do filme, dizendo que é muito chulo, ofensivo, pouco inteligente e nada sofisticado.

Primeiro: o que tem de engraçado em algo inteligente e sofisticado? Você acha o Isaac Newton engraçado? Nem eu.

Uma piada chula e ofensiva não necessariamente deixou de passar por um processo inteligente e sofisticado de elaboração. Não rir de Bruno é um grande problema de leitura: a dificuldade de discernir figura e fundo.

Um exemplo: no filme, tem uma cena em que Bruno mostra o seu piloto de televisão para um bando de produtores de um canal americano. No meio do programa ele coloca, entre outras coisas, um close de uma piroca. E a piroca fala. Ela abre a boquinha (uretra) e diz “Bruno”.

Um pinto falante é uma coisa sofisticada? Não. Mas quem fez a piada certamente é, pois essa pessoa tem um nível de abstração enorme e uma capacidade de saber criar algo humano e inusitado, pré-requisitos incontestáveis para transformar uma idéia em algo cômico.

E quando eu disse “discernir figura e fundo” eu quis dizer: não é o pinto em si que é tão engraçado, mas o contexto: um apresentador de televisão tão sem noção que coloca no seu programa uma das imagens mais aviltantes que a humanidade já concebeu.

Não estou, com isso, tirando o mérito da própria imagem. Afinal, é um caralho que fala.

Mas estou tentando argumentar uma coisa aqui, que é a seguinte: não tenha medo de dar risada. Quando você deixa de rir de alguma coisa porque isso resguarda sua reputação e mostra seu lado superior e sofisticado é um pouco como esperar seus amigos te falarem que a menina é bonita para dizer que você está apaixonado por ela. Ou seja, é a mais fétida das babaquices.

Existem vários motivos para você não rir de Bruno: você pode ter achado fracas as soluções dramáticas, ou ter se incomodado com a falta de veracidade desse falso documentário, mas nunca deixe de dar risada de um pinto que fala. É feio e indelicado da sua parte.

Certas coisas são engraçadas e ponto. Cocô é engraçado, sempre. Bunda, dependendo de quem, também.

Os japoneses, pervertidos que são, sabem disso há muito tempo. Uma das minhas coisas favoritas de todos os tempos é um mangá chamado Shinchan, sobre um garotinho tarado que fala obscenidades para os amigos e mulheres mais velhas, e abaixa as calças a cada duas páginas, mostrando a busanfa e o bingolim para quem quiser ver. É um Bart Simpson do Japão, só que mil vezes pior. Sua marca registrada é a “Dança da Bundinha Peladinha”, e ela dispensa explicações já que o título é mais do claro.

Outro mangá da mesma estirpe, Dr.Slump, é sobre uma menina robô de 13 anos chamada Arale que tem superpoderes e um hobby bastante insólito: brincar com cocô de cachorro.

Tanto Arale como Shinchan são personagens autênticos que fazem aquilo que eles querem. São duas diferentes facetas daquilo que eu, uma criança japinha e pudica, queria ter sido e não fui.

Por trás de toda dança da bundinha peladinha existe uma mente artística, sensível e surpreendente. Anote isso no seu caderninho, e certamente sua vida ficará mais leve e divertida.

Que seu dia-a-dia seja repleto de toneladas de merda.

Amém.

Anúncios

2 Responses to A Dança da Bundinha Peladinha

  1. Alzira disse:

    Parabéns! Seu comentário despertou em mim a vontade de ver Bruno!

  2. Ruy disse:

    Suza, vc tá cada dia mais predado na escrita e mais matuto na argumentação. um chêro, meu japa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: