O Pensamento Vivo de Tim Maia

Vou pedir pra você voltar!

Vou pedir pra você voltar!

Como faltava idéias para atualizar o blog, resolvi colocar algumas frases de artistas famosos para ir enchendo lingüiça enquanto não baixava a tal da “inspiração”. Quando fui pesquisar uma frase do Tim Maia que eu queria colocar mas não lembrava os detalhes, reparei como o cara era um inventário popular de 200 kg sobre duas pernas.

Tim Maia voltou à cena por causa da biografia escrita pelo Nelson Motta e graças também à redescoberta do disco Racional – dizer que ela é necessária seria pouco, mas é preciso registrar que me enche o saco a moda de culto a esse disco. O importante é que além de um baita de um artista, Tim Maia era um brasileiro macunaímico e talvez o artista popular brasileiro por excelência, um exemplo a ser seguido – talvez apenas no sentido musical, se bem que um pouco de polêmica e contravenção não faz e nunca fará mal a ninguém.

Ele fez boas pérolas musicais, mas o seu estilo, seu pensamento, estes não devem nunca ser esquecidos, por mais que possam querer ridicularizar ou diminui-lo por causa da bebida e das drogas. Tim Maia tinha o que falta a 90% dos artistas da MPB atual: atitude, identificação com o público, jeito popular, brasilidade sem falsa erudição. Falta no Brasil hoje alguém com esse perfil seja ele em qual área você pensar – ou você acha que Diogo Mainardi, Arnaldo Jabor, Renato Russo e Chorão são figuras essencialmente brasileiras e entendem nosso país como ninguém? (Mesmo?).

Vejam só:

“Dos artistas do Rio, metade é preto que acha que é intelectual e metade é intelectual que acha que é preto.”

“Fiz uma dieta rigorosa, cortei álcool, gorduras e açúcar. Em duas semanas perdi 14 dias.”

“Não fumo, não bebo e não cheiro. Só minto um pouco.”

“O problema do gordo e só um: quando ele penetra, não beija; e quando beija, não penetra.”

“O mundo só será bom no dia que todo o dinheiro acabar, mas que não me falte nenhum enquanto isso não acontece.”

“Não saio com mulheres famosas pois não pago acima da tabela”

“Quando me sinto solitário, contrato prostitutas para passar a noite e nem toco nelas”

“Maconha não chega a ser nem um entorpecente, é um estupeficante”

“O Brasil é uma terra de mestiço pirado querendo ser puro-sangue. Passou de branco, preto é. Não existe este negócio de mulato. Mulato pra mim é cor de mula”.

“É só começar a fazer songbook que o cara falece. Esse negócio de biografia também é um pé na cova.”

“O Brasil é o único país em que puta goza, cafetão sente ciúmes, traficante é viciado e pobre é de direita.”

Tem coisa mais brasileira?

***

Na verdade tem: o autor-macunaímico, na falta de idéias para atualizar o blog, reaproveitar textos antigos de blogs seus semi-falecidos.

Uma resposta para O Pensamento Vivo de Tim Maia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: