HOJE NA TV: Onde os Fracos Não Têm Vez

no country for old men

O que Onde os Fracos Não Tem Vez tem que relembra os grandes momentos dos irmãos Coen? Basicamente, a consciência de identidade do cinema popular de seu país.

Mesmo longe da comédia que consagrou a dupla, o filme parte do mesmo impulso de transitar por elementos que compõem as imagens de seu povo. Neste filme é o faroeste, os homens brutos, a ganância, a trapaça, a morte. Não estamos, contudo, num filme clássico e, logo, os elementos se misturam de forma mais contemporânea.

Em Onde os Fracos…, o homem da fronteira está no limites dos valores – e não das fronteiras. Mata-se por pouca coisa: algo parece descontrolado. Daí surge a memória de um tempo em que alguns valores tinham importância para além da brutalidade e do dinheiro.

Um tempo em que a maldade fazia parte das contradições humanas, pingava em cada homem que colocava um chapéu e empunhava uma arma, pois eram, essencialmente, humanos. A maldade encarnada no Anton Chigurh de Javier Bardem não usa armas, nem chapéu, nem tem qualquer charme dos vilões. É um tão desromantizado quanto inumano.

Os Irmãos Coen não fazem aqui mais do que reavaliar temas clássicos da cultura popular americana, para concluir que eles são progressivamente abandonados. Existem apenas no universo do sonho e da memória (terreno do bom cinema?), representados pelo xerife de Tommy Lee Jones.

Há, no fim, uma lamentação pelo cinema popular, cujos valores morrem pouco a pouco.

Onde os Fracos Não Tem Vez (No Country for Old Men ), dir. Joel e Ethan Coen (Telecine Premium – 10h35)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: