Síndrome de Paris

The horror.

Apesar da distância, nós e os japoneses temos vários pontos em comum, entre eles o fascínio pelo estrangeiro.

Fora a cultura americana, os japoneses se inquetam particularmente com a França. Para eles, a França é o centro da sofisticação, da elegância e do elan que eles admiram e almejam. Sendo assim, milhares de japoneses viajam todo ano para Paris, levando na bagagem toneladas de expectativas e ansiedade.

Tudo isso seria completamente irrelevante, não fosse tão nocivo.

Existe um distúrbio mental chamado Síndrome de Paris que afeta apenas japoneses. Ele ocorre quando um japa vai pra Paris, e seu corpo começa a responder pelo choque cultural, a fadiga causada pelas excursões e o jet leg, além da enorme frustração que ele passa a sentir quando vê que a cidade está muito aquém do que imaginava.

Os sintomas são: ansiedade, tontura, taquicardia, alucinações e a sensação de estar sendo perseguido. Cerca de 20 japoneses sofrem da Síndrome de Paris todo ano, tendo que ser levados de volta para a terra nascente.

A Síndrome de Paris é apenas uma das diversas doenças culturais que existem no mundo inteiro, como por exemplo:

– Shook Yang (China): é quando um chinês começa a ter certeza que seu pinto está diminuindo e que ele vai desaparecer eventualmente.

– Taijin Kyofusho (Japão): um estágio avançado de fobia social em que a pessoa não consegue olhar nos olhos de ninguém e passa a ficar obcecado com seu próprio cheiro, achando que ela está sempre fedida, abusando assim de perfumes e banhos.

– Suudu (Índia): uma sensação constante de calor pélvico e dor ao urinar.

– Opsophagos (Grécia antiga): é a vontade incontrolável de comer peixe sem parar.

Em geral, no ocidente, as doenças culturais não tem nomes tão legais como Suudu. Por isso mesmo, não fiquei falando deles. Mas não vamos nos esquecer que também sofremos de distúrbios como fibromialgia, anorexia mirabilis, síndrome do cólon irritável e, claro, o síndrome da fadiga crônica.

Então, amigo, quando você sentir uma dor intensa no seu ombro seguido de um leve distúrbio intestinal, nunca se esqueça: você é o que você sente.

Au revoir!

6 respostas para Síndrome de Paris

  1. hack hay day disse:

    Spot on with this write-up, I honestly think this website needs far more attention. I’ll probably
    be back again to see more, thanks for the info!

  2. This site really has all the information and facts I needed about this subject and didn’t know who to ask.

  3. What i don’t understood is in truth how you’re now not actually a lot
    more well-preferred than you may be now. You are very intelligent.
    You already know therefore significantly with regards to this matter, made me individually believe it from so many various angles.
    Its like men and women are not fascinated except it is something to accomplish with Lady
    gaga! Your own stuffs excellent. At all times handle
    it up!

  4. Hi there would you mind letting me know which webhost you’re
    utilizing? I’ve loaded your blog in 3 different internet
    browsers and I must say this blog loads a lot quicker then most.
    Can you suggest a good hosting provider at a reasonable price?

    Thank you, I appreciate it!

  5. Pretty part of content. I just stumbled upon your site and in accession capital
    to assert that I acquire in fact enjoyed account your blog
    posts. Anyway I’ll be subscribing on your feeds and even I achievement you get admission to persistently rapidly.

  6. hello there and thank you for your info – I’ve definitely picked up anything new from right here.

    I did however expertise some technical points using this website, as
    I experienced to reload the site a lot of times previous to I could get it to load correctly.
    I had been wondering if your web hosting is OK? Not that I
    am complaining, but slow loading instances times will often affect your placement in google
    and could damage your high-quality score if advertising and marketing with Adwords.

    Well I’m adding this RSS to my email and could look
    out for much more of your respective exciting content.
    Ensure that you update this again soon.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: