O Grande Colisor de Hadrons

Ai, gozei

Colossal e Imponente, o Grande Colisor de Hadrons é a maior máquina já inventada por um ser humano, e faz qualquer físico quântico arder por debaixo das calças de excitação e maravilhamento.

Também conhecido como LHC (Large Hadrons Collider), o brinquedinho é lindo e polêmico e muita gente vê perigos eminentes no seu funcionamento, como a possibilidade de que ele crie um buraco negro que engula o Planeta Terra, algo que resolveria muitos problemas como a necessidade de eu ter que ir amanhã tirar uma segunda via do RG no Poupatempo, ai que saco.

Inaugurado há mais de um ano, o LHC ainda não começou a funcionar direito. Ele vive quebrando e dando merda, frustrando cientistas e dando a eles a sensação da punheta que nunca vira uma trepada.

Holger Bech Nielsen, pioneiro na criação da teoria das Supercordas (informem-se), tem uma possível resposta: o LHC é uma máquina que, em nome da Natureza, se auto-sabota e nunca vai funcionar a ponto de descobrir a partícula mais misteriosa da Ciência, o Bóson de Higgs.

Segundo Nielsen, a criação do tal Bóson pelo Colisor é tão repulsiva a anti-natural que a própria máquina volta no tempo e coloca falhas nela mesma, a comando do Bóson que diz para ela: “não posso existir, me matem”. Um pouco como um cara que descobre como viajar no tempo e, horrorizado com as possíveis consequencias da sua invenção, vai ao passado e mata o seu avô antes que ele desse a bimbadinha com a vovó e gerasse seu pai, apagando assim a sua própria existência.

A teoria de Nielsen explicaria também porque o Congresso Americano parou, sem nenhuma explicação razoável, de investir no grande Colisor de Partículas do Texas, em 1993. Gastar trilhões de dólares com um túnel gigante que não dá em lugar nenhum a não ser ele mesmo já era razoável o bastante na minha opinião, mas enfim.

O futuro influenciando o passado é uma idéia bizarra e nauseante. Albert Einstein, porém, dizia: “nossa sensação do tempo como uma sucessão de acontecimentos é mera ilusão”. Pode até ser que seja, mas Einstein, quando for assim fique quieto: ninguém precisa de um alemão doido fodendo nossas cabeças.

Já estou atolado de coisas pra fazer, ainda nem fiz compra de Natal, e o cara me vem com essa…

Dá um tempo.

Anúncios

4 Responses to O Grande Colisor de Hadrons

  1. Fernanda Pinheiro disse:

    ahahaha muito bom!! principalmente na parte que Einstein virou um alemão doido! hahaha
    bjos!

  2. Fernanda Pinheiro disse:

    ahahaha muito bom!! principalmente na parte em que Einstein virou um alemão doido! hahaha
    bjos!

  3. Nina disse:

    Lembrei de você, Suza. Porque pelo visto o brinquedinho finalmente funcionou hoje e os cientistas ficaram muito felizes e bateram palmas a valer! Uhu! E daí? Não sei. Só sei que não teve buraco negro engolindo a Terra, não.

  4. Hmm is anyone else encountering problems with the pictures on this blog loading?
    I’m trying to find out if its a problem on my end or if
    it’s the blog. Any responses would be greatly appreciated.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: