Zica

Não olhe muito para essa família que ela dá um puta azar

“Um raio não cai duas vezes no mesmo lugar” é um puta ditado ridículo, simplesmente pelo fato de que ele é mentiroso. Afinal um raio não cai em qualquer lugar, ele só atinge locais propícios como, por exemplo, um pára-raio. Se o ditado fosse verdadeiro, você não ia ter que trocar de pára-raio toda vez que ele fosse atingido? Hein?

A família Nelia, que sobreviveu ao terremoto do Haiti, sabia desse ditado mas provavelmente esqueceu de outro (que eu acabei de inventar): “Raios não caem só no mesmo lugar”. Ao fugirem do país natal, devastado no começo desse ano por um chacoalhão de magnitude 7, eles não tinham como prever que o Chile era a pior escolha do mundo para se estabelecer. Afinal, há um tempinho atrás, o país foi atingido pelo maior terremoto da era moderna, coisa que a família Nelia sabe muito bem pois ela estava lá vendo (e sentindo) a coisa toda rolando.

Os Nelias, por duas vezes seguidas, sobreviveram a uma catástrofe natural devastadora, o que me lembrou da história de outro cara que, 65 anos antes, passou por uma história semelhante.

O nome desse cara é Tsutomu Yamaguchi, um executivo japonês que saiu de carro no verão de 1945 para uma viagem de negócios.

Uma viagem de negócios das trevas cujo destino era Hiroshima.

Tsutomu estava a 3km do epicentro da bomba quando ela explodiu, distante o bastante para sobreviver mas não para ter seus tímpanos rompidos e sua visão temporariamente comprometida. Assim que a sua cegueira passou, Tsutomu picou a mula daquele inferno e voltou direto para sua casa, em busca de abrigo, de conforto e de paz. Enfim, tudo o que ele não teve pois sua cidade de origem era um lugarzinho chamado Nagasaki.

Ao chegar lá, o segundo (e último) ataque atômico da História transformou a cidade em pó. Tsutomo, novamente, estava longe da bomba e dessa vez, felizmente, não sofreu nenhum dano físico imediato apesar de que, puta que o pariu, ERA UMA OUTRA BOMBA ATÔMICA EXPLODINDO BEM NA FRENTE DELE!

Tsutomu virou um porta-voz da paz e durante o resto de sua vida passou por diversos países e reuniões da ONU fazendo discursos anti-guerra. Quanto mais velho ele ficava, mais ele percebia que os danos da bomba na sua saúde eram maiores do que ele imaginava. Tsutomu sofreu de inúmeras doenças, como catarata e leucemia, e só morreu nesse ano, aos 93, de câncer no estômago.

Histórias como essas nos fazem lembrar que, para cada ganhador de mega-sena, existe um Tsutomu Yamaguchi. Dizer que a natureza aprecia o equilíbrio não pressupõe que você vai se aproveitar disso.

Sai pra lá, encosto!

Eu que o diga!

"Eu que o diga!"

Uma resposta para Zica

  1. Arthur disse:

    LIVE FROM NEW YORK IS SUZA NIGHT LIVE

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: