5 Jovens Promessas

He's the most brilliant actor since Al Paci... NOT!

Sabe aqueles atores que começam cedo e prometem ser grandes estrelas?

Alguns pouquíssimos viram de fato atores de alto nível, outros pouquíssimos viram estrelas-de-marca-maior do cinema e muitos viram apenas alguém bacana. Mas a maioria não dá em nada: viram sub-celebridade ou se afogam na própria promessa. Na melhor das hipóteses, surge uma Elizabeth Shue. Ou por acaso alguém ainda se lembra da Anna Paquin e do Haley Joel Osment? (Não pelos filmes recentes, eu garanto).

OK, apelei. Essa lista não é feita de atores tão jovens assim, até porque seria muita quiromancia tentar adivinhar o que reserva o futuro da Abigail Breslin. Portanto, tratemos de coisas mais terrenas e vamos apostar em atores com idade aceitável para não dependerem dos pais e arcarem com a responsabilidade no caso de destruírem suas carreiras com tóxicos. Afinal, um Macaulay Culkin já basta para esse mundo.

Vamos ao nosso momento E!:

Carey Mulligan

Talvez seja muito cedo, mas eu apostaria muito nessa garota. Quem viu Educação sabe do que eu tô falando. Antes de tudo, ela tem algo que as jovens atrizes americanas não tem: ela é inglesa. Depois disso, tem o carisma e uma certa esperteza no jeito dela que deixa tudo mais charmoso. Ela foi comparada a Audrey Hepburn e não foi à toa que a escalaram para a refilmagem de My Fair Lady. Parece exagero, mas não, aí tem um talento nascendo. E dos grandes.

Jonah Hill

Esse gordinho aí é o mais velho da turma selecionada por essa lista (27 anos), mas o currículo ainda não é tão vasto pra dizer se o seu talento já chegou ao limite. Eu, particularmente, acho que não, porque esse talento parece ser tão largo quanto a papada do rapaz (ok, ridículo). Independente disso, ele já fez Superbad, o que o coloca em outro patamar dentro da comédia. Hill é uma mistura Michael J. Fox com John Belushi: ele é engraçado de uma maneira corrosiva, mas seu jeito inabilmente nerd de lidar com o mundo apimenta mais a coisa. Se ele não der certo é porque nunca se leva comediantes muito a sério. Se Hill não se levar tanto a sério, ele vai virar o que nós chamamos de GÊÊÊÊÊÊÊNIIIOO.

Mia Wasikowska

Há um tempo (um tempão talvez) atrás eu vi um curta-metragem australiano de zumbis chamado I Love You Sarah Jane no qual tinha uma garota linda (a tal da Sarah Jane) que me fez pensar: “Meu Deus, essa garota é um fenômeno da natureza!”. Esse fenômeno reapareceu na minha vida quando me meti a ver In Treatment. E cara quem viu essa série não pode deixar de reconhecer que possivelmente Mia é um talento gigantesco. Sinceramente, não acho que ela vai ser a maior estrela do pedaço, tipo uma nova Julia Roberts. Mia vai ser uma daquelas atrizes respeitadíssima, estrela que dá valor prum filme e que vai brilhar pelo talento mais que pela beleza, trabalhar com diretores de prestígio (ela acaba de fazer o novo filme do Gus Van Sant), ser lembrada por grandes atuações. Tipo uma Katherine Hepburn ou Cate Blanchett. Fenômeno raro.

Michael Cera

Você sabe (não, não sabe): ontem eu estava vendo Se Meu Apartamento Falasse (que é um dos melhores filmes do mundo) e me encantava com o jeito doce, atrapalhado e extremamente comum do personagem de Jack Lemmon. Não poderia ter cara melhor para fazê-lo. Foi quando eu pensei: hoje, o único cara que poderia fazer um personagem com esse jeito do “homem comum” é o Michael Cera. Porque é exatamente isso que o torna especial: ela não é lindão, nem atlético, nem charmosão, nem o caralho que faz alguém ver o Russell Crowe e molhar as calças. O que torna Michael Cera especial é que ele é comum, mas o comum mais gracioso do mundo. Muita gente comum tem isso? Talvez. Eu tenho? Você tem? Certamente não. C’est la vie. Esse deslumbre do cara comum é o Michael Cera touch.

Shia LaBeouf

OK, é discutível? É. Por quê? Porque Shia LaBeouf é o mais obscuro dos cinco dessa lista e o que menos despertou aquele estalo na galera. Está aqui porque o rapaz tem carisma e se mostrou ousado em certa medida. Fez Transformers (e é o que o está deixando muuuito famoso)? Sim. Mas, Shia tem alçado uns vôos mais altos, tipo o novo Indiana Jones (tudo bem que o filme não é lá essas coisas, mas trabalhar com Spielberg é um privilégio) e agora a continuação de Wall Street, do Oliver Stone. Tudo bem que ele pode virar um novo Nicholas Cage, mas minha aposta é que o James McAvoy tem mais chance de virar um novo Jude Law que o Shia LaBeouf se enbananar todo na carreira. Shia parece se interessar por filmes de “relevância” e/ou com diretores reconhecidos. É um grande (bom) sinal.

***

E aí, faltou alguém? (Isso é a maneira mais antiga e babaca de dizer: por favor comentem meu post!!!!!)

Será que eu tô esquecendo alguém???

Adendo: já que estamos falando de jovens talentos, há um talento precoce surgindo num lugar remoto do mundo, uma tal de Indonésia. Com apenas 2 anos de idade, o rapazinho mostra a que veio neste singelo vídeo. É talento em estado latente. E bota latência nisso.

O ministério da saúde adverte: fumar pode causar bolotas no cú.

Anúncios

4 respostas para 5 Jovens Promessas

  1. Jasmin disse:

    Anna Paquin é a protagonista de “True Blood”

    Gostei das escolhas, menos LaBeouf, não gosto desse cara.

  2. arrigo disse:

    é, ia falar o mesmo que a jasmin, a anna paquin tá num momento bem alto da carreira dela…

    e nunca deixei de acreditar na dakota fanning!

  3. Nina disse:

    esse video foi a coisa mais triste que eu ja vi no youtube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: