O Próximo da Fila


Gênios?!

Acho que todos os admiradores da música dos anos 90 conhecem o já clássico “To Be With You” da banda de um hit só Mr. Big.

Apesar do ritmo ballad dessa canção, o disco que contém essa música é uma fritação que só, pesado que só a porra, virtuose que só o caralho e parecido que só com uma mistura de Bon Jovi e Dio. Pode ser considerado um momento trash do rock. Admito. Não deixa de ser interessante, ou melhor, exótico.

Porém-entretanto-contudo, este post não é um balanço da qualidade do Mr. Big nem de seu lugar na história da música pop.

O que me intrigou nisso foi a letra da música em questão – a saber(!): “To Be With You”. Eu já tinha reparado em seu conteúdo, mas só agora me atinei para o verdadeiro sentido da coisa. Resolvi então analisar a letra da música.

Se você ouvi-la com carinho, vai perceber claramente que é um cara se declarando para uma mina, possivelmente o amor de sua vida (I’m the one who wants to be with you). Outra coisa que fica evidente é que a mina está sofrendo de amores por outro cara que não a quer, como indica o começo da música (Hold on little girl/Show me what he’s done to you/Stand up little girl/A broken heart can’t be that bad). Mais outra coisa ainda é que ela fica com uns caras muito discutíveis: é uma garota que já tentou muitas vezes achar seu amor, mas não consegue porque se envolve com as pessoas erradas. Ela já passou por muitas desilusões e sofre. Eis que nosso “eu-lírico” entra na história com seu ombro amigo e sua declaração amorosa.

Em resumo: a música é a história de um cara que é amigão de uma garota linda e interessante. Ele é apaixonado secretamente por ela, mas vê seu amor se envolver com um monte de otários e sofrer muito por causa dessas desilusões. Até que, quando ela mais uma vez sofre uma desilusão, ele decide declarar todo o seu amor e convencê-la de que ele é o cara, porque se preocupa verdadeiramente com ela.

É o amor, né?

Tudo certo, né? NOT.

Se você ouvir “To Be With You” com cuidado e um pouco de malícia, vai perceber que nem tudo é o que parece.

E, proporcionando a mim mesmo a realização de um sonho, eis que tenho meu momento Tarantino:

“To Be With You” é, na verdade, a história de um cara apaixonado por uma prostituta e tenta convencê-la a largar essa vida para ficar com ele.

Estou forçando a barra? Nem tanto. Olhe como o cara insiste em indicações sutis sobre a prostituição tipo “acabou, acabou” e “me mostre o que ele fez a você”, como se um cara tivesse batido nela, se “lambuzado” dela.

E o principal: ele diz “Waited on a line of greens and blues/Just to be the next to be with you”. Uma pessoa com menas maldade no corpo poderia pensar que green é algo como inveja ou dor por aquilo que não tem (como sugere uma pesquisa pela expressão no Google) e blue é a tristeza, a melancolia. Cara, se liga! Verdes e azuis são dinheiro e cartão de crédito! Deixa de ser inocente: enquanto os caras com grana abusam e se lambuzam da mina que o cara gosta, ele fica lá esperando a vez dele de chegar nela e tentar convencê-la a largar essa vida.

É uma linda história de amor, mas pouco convencional, admitamos. Obviamente, está disfarçada numa música “fofinha”, pois ninguém pode falar abertamente de um amor por uma puta sem ser censurado em nossa sociedade puritana. Gente, puta tem sentimentos, tristezas, alegrias, família, quer amor, dinheiro, uma casa boa pra morar, ouvir no rádio a música preferida e sentar no sofá com um cobertor pra ver um filme. Taí onde o Mr. Big mandou bem: falando de maneira carinhosa e fazendo um tema de amor a partir de assunto tão tabu.

Viagem minha? Não acredito nisso (e prefiro acreditar assim).

Cara, estou sendo convencido por mim mesmo de que essa música é muito mais legal do que eu imaginava.

Eu também me apaixonaria...

3 respostas para O Próximo da Fila

  1. Ceci disse:

    Meu, vou ouvir de novo, mas vc pode ter toda a razao, pq faz todo o sentido!!!

  2. Bruno Suzuki disse:

    Bom, acho que, se a gente for por essa linha, Mr. Big podia muito bem ser nome de ator pornô.

  3. Nada a ver, essa música é, na verdade, uma adaptação norte-americana da música “Pense em Mim” do Leandro & Leonardo. Esses americanos só sabem copiar o que faz sucesso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: