Quiabo e angu?

Como eu havia prometido, depois da carne moída e do feijão com arroz, agora vem a melhor parte da Melhor Comida do Mundo: o angu e o quiabo.

Tá chegando a hora da Melhor Comida do Mundo!!!!!!!!!!!!!!!! (que foto mais mal tirada)

O quiabo é super simples. Você primeiro vai lá e compra o quiabo. Não tem muito segredo. Escolhe os mais bonitos e os mais compridos, porque se você levar vários curtinhos vai ficar mais caro porque a cabeça do quiabo você não aproveita. Eu gosto do quiabo com abobrinha, então se você quiser, e gostar também compra a abobrinha. Uma ou duas tá bom, pra ela não roubar o pedaço do quiabo.

Outra coisa que eu gosto muito e que pra mim não faz sentido não ser assim é que eu gosto do quiabo bem babento. Tanto que, antes de saber o nome do quiabo (quando eu era pequena, isso), eu chamava ele de “Babão”.

Agora que já esclareci isso, vamos ao “modo de preparo”: numa panela aqueça óleo, e coloque o tempero alho e sal. Dê aquela fritada e jogue o quiabo e a abobrinha, já lavados (o quiabo você lava numa tigela com água e a abobrinha pode lavar com bucha mesmo a casca) e picados (bem pequininhinho). Mexa com uma colher de pau – são as melhores. Quando já estiver fritando e meio amolecendo coloque um pouquinho de água e continue olhando e mexendo de vez em quando. Vê se já tá babento – pega um pouco e levanta a colher e vê se ficou uma baba. Cuidado pra não exagerar demais! Pronto. Desligue o fogo (tava no fogo médio tá?)

Oba! Hoje tem babão no almoço!

Agora o angu. Ok, gente. Eu preciso confessar que eu nunca consegui fazer um angu que desse certo na minha vida. Na verdade eu só tentei duas vezes porque eu achava que não ia ser capaz de fazer um angu tão bom quanto o da Dora ou da minha mãe. Ia ser muita picaretice minha ensinar uma coisa que nem eu consigo fazer, né? Então, se você leu todas as minhas receitas e ficou louco de vontade de comer a Melhor Comida do Mundo e eu te decepcionei, vamos combinar assim: olhe uma outra receita de angu na internet e se der certo me avise. Lembrando que o importante não é que o angu fique saboroso, porque é meio sem sal mesmo, o importante é a consistência dele (isso que eu errei!): tem que ser meio duro, mas mole o suficiente pra fazer a liga da comida. Hmmmm…. Vou tentar de novo semana que vem. Assim que eu acertar eu ensino pra vocês, tá? Mal aí.

6 respostas para Quiabo e angu?

  1. Marilia Fredini disse:

    outro dia eu fiz polenta pela primeira vez e deu super certo. acho q ficou bem nesse ponto de dar a liga. sei la. só juntei fubá, manteiga e água. agora não to achando a receita. qdo eu achar te mando. beijos

  2. Paula K. disse:

    Minha mãe me ensinou que pra não comprar um quiabo ruim, que fique duro e tal, tinha que escolher os pequenos e lisinhos, pq os grandes tem bem mais chance de estarem ruins mesmo estando lisinhos.

  3. Paula K. disse:

    Ahhh… e tem todo o lance de quebrar a pontinha fácil tbm…

  4. Nina disse:

    Uau! Adorei essa história de escrever receita sobre o que eu não sei muito bem. Várias dicas!

  5. manueladeombreiras disse:

    Não sabia que era tão fácil fazer quiabo!!! Brigada!!!

  6. I like the helpful information you provide in your articles.
    I’ll bookmark your blog and check again here regularly.
    I am quite sure I’ll learn many new stuff right here! Best of
    luck for the next!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: