Woody Allen: Do Céu ao Inferno

21/11/2009

Se tem um cineasta que conseguiu fazer filmes em todo o espectro de cotações de qualidade, esse cara foi Woody Allen. Se as cotações fossem de zero a onze estrelas, talvez ele também conseguisse preeencher todas as gradações.

São 40 filmes em 43 anos de carreira. Obviamente, muita bosta. Mas também  filmes regulares, bons, ótimos e por aí vai até obras-primas.

Aproveitando o início da mostra “A Elegância de Woody Allen” no CCBB, eis uma lista do Céu e do Inferno de Woody Allen: Continue lendo »


Chiara Mastroianni

17/11/2009

Ela lembra alguém....

Esta é Chiara Mastroianni.

Hoje eu estava pensando nela por alguns motivos.

Primeiro por causa do texto do belo texto do nosso querido Vini sobre os franceses. Depois porque além de francesa, ela tem no sangue dois dos maiores “monumentos” do cinema europeu: Chiara é filha de Marcello Mastroianni e Catherine Deneuve.

Deve ser horrível parecer tanto assim com os pais quando eles tem tanta história nas costas.

Por isso talvez a persona cinematográfica de Chiara seja tão melancólica. Será? Continue lendo »


Alguém entende a psiquê das personagens dos filmes franceses?

16/11/2009

Porque eu não entendo.

Não é à toa que a palavra blasé é importada de lá.

Os franceses são realmente  despojados e desapegados, sem dúvida. Mas toda vez que assisto a um filme de lá, fico embasbacado com a capacidade das personagens terem reações amenas em momentos de grande voltagem emocional.

E olha que eu não estou falando dos cineastas que fazem um cinema mais experimental e conceitual como o Godard. Estou falando dos que se propõem a fazer um cinema sofisticado, mas dentro dos parâmetros de uma dramaturgia mais convencional.

- Sabe, estou traindo você com outro homem. - Não sabia. Dá um trago?

Continue lendo »


Primeiros Grandes Filmes

12/11/2009
AK_MenWhoTread_Film

Kurosawa, me desculpe, mas esse filme é podre.

A estréia de um diretor no cinema é, quase sempre, uma bosta.

O primeiro filme do Scorsese é um saco.

O primeiro filme do Kurosawa é ridículo.

O primeiro filme do Clint parece um softporn.

Existem, contudo, exceções notáveis, gente que acertou de primeira com um puta filme impressionante. Aí vai um top 5 de diretores que botaram na bundinha no marco inicial de suas carreiras: Continue lendo »


Alec Baldwin e Steve Martin no Oscar

05/11/2009

Uma rapidinha: Alec Baldwin e Steve Martin irão apresentar juntos a próxima cerimônia de entrega do Oscar. Gozei. Continue lendo »


O melhor filme de todos os tempos

04/11/2009

Biatch!

Quando um filme é muito bom, mas muito bom mesmo, eu tenho a mania de chamá-lo de “o melhor filme de todos os tempos”. Prefiro do que “um dos melhores filmes de todos os tempos” porque chega um ponto em que é impossível colocar duas obras-primas lado a lado e compará-las em termos qualitativos. Usando “um dos”, fica erroneamente subentendido que o filme é muito bom mas não é top, o que é mentira. Continue lendo »


Tatum O’Neal

28/10/2009
Toma essa, Dakota Fanning!

Toma essa, Dakota Fanning!

Meu fascínio por astros-mirins é grande. Grande como meu fascínio por mulheres barbadas, já que os astros-mirins, em grande parte, são exatamente isso: uma aberração.

A imagem que eu tenho de uma criança é exatamente o oposto da eloquência e pseudo-sabedoria de uma Dakota Fanning, aquela maldita anã. Para mim, uma criança fica no parquinho brincando no escorregador e sujando a bunda de lama, ou senta no jardim da sua casa e fica enfiando o dedo no lixo e colocando insetos na boca, achando tudo muito gostoso, afinal, por que não? Continue lendo »