Maradona: Fica a Dica!

10/10/2009

Diego Maradona

Maradona pode ir de herói a vilão na próxima quarta-feira. O maior ídolo do futebol argentino está no comando da seleção de seu país com a corda no pescoço nas eliminatórias para a Copa do Mundo da África do Sul. A culpa não é inteiramente de Maradona, mas ele não pode se esquivar do problema.

A primeira coisa que se deve levar em conta é que Maradona não é técnico. Dunga também não era, mas deu certo porque fez e faz o básico com racionalidade. Não mudou o estilo do time nem quando as críticas eram mais ferrenhas. Com isso, manteve um trabalho que ainda longe do ideal, mas eficiente, vencedor.

Maradona não sabe o que faz. Só para comparar, em 48 jogos como técnico, Dunga convocou 81 jogadores. Já o técnico argentino, em 11 jogos, convocou 78 nomes diferentes. Não há padrão de tático, o time não tem um “cardápio” de jogadas ensaiadas e parece cada vez menos capaz de sair do buraco que se meteu, pois Maradona não consegue melhorar jogo a jogo. O número de renovações de convocados pode explicar parte do problema. Continue lendo »

Anúncios

Pensamento Negativo

12/06/2009

Por que ter “Pensamento Positivo”?

Há uns seis ou sete (ou quem sabe oito, nove) anos atrás eu tinha um amigo que encasquetou em ser “pueta”. E ele até tinha talento, meio bobo (e reacionário) às vezes, mas escrevia bem e talz, aí entrou em dois concursos de poesia: do colégio e “Jovens Talentos de Osasco”. Foi tão incentivado pelo professor Amilton que se achou o máximo e ficou tranqüilo – principalmente porque Osasco não pode ser chamada de “Celeiro de Craques da Poesia”. Pois bem: ficou em 9º lugar no concurso da cidade e em quarto lugar no do colégio, perdendo para duas minas nerds e um cara de Eletrônica Noturno, o que, pra quem não sabe, no meu ex-colégio significa DUMB. A decepção foi tão grande que largou a poesia e virou inteiramente bobo (e reacionário).

Continue lendo »