Emanuelle: uma homenagem

24/11/2009

Vai com Deus, minha filha!

No que diz respeito ao mundo audiovisual, a palavra “inverossimilhança” se encaixa perfeitamente em dois gêneros: os filmes de ação e o softporn (também conhecido como “filmes eróticos”).

A diferença entre um softporn e um pornozão, pra quem não sabe, é a existência ou não do sexo explícito. Enquanto o pornô contorna a inverossimilhança do enredo com a documentação da foda, o softporn mantém a falsidade com um sexo de mentirinha, fácil de notar pelo jeito que os atores se posicionam na cena: para quem entende minimamente da fisionomia humana, fica claro que o sexo ali encenado só seria possível se o ator tivesse um pinto no lugar do umbigo. Continue lendo »

Anúncios