O Fim

11/11/2009

E não é que o mundo não se acabou?

Se você está lendo este post é porque escapou ileso do apagão de ontem. Não houve guerra nuclear, apocalipse climático nem algum trombadinha entrou na sua casa para cometer um latrocínio [informe-se (isso é muito gostoso!)].

Por isso, você é um sobrevivente. Mas o que causou tudo isso? Mal-funcionamento da usina de Itaipú? Invasão alienígena? Conspiração tucana? Ou um atentado terrorista contra o presidente israelense Shimon Perez?

Como eu não tenho que me preocupar com isso e passo o dia inteiro vendo filme (isso não é cinefilia, é vagabundagem), nada melhor do que consultar um especialista no assunto: eis os três momentos nos quais Roland Emmerich tentou acabar com nosso amado planeta, mas, por alguma razão misteriosa, tudo voltou ao normal  no acender das luzes: Continue lendo »


Uma Super-Terra

17/09/2009
CoRoT-7b

Ele só parece isso se for numa produção do Jerry Bruckheimer

Esse é  o CoRoT-7b (nome de Orkut), um dos poucos planetas fora do sistema solar quem, supostamente, tem superfície rochosa (como a da Terra).

Segundos os cientistas, seu dia tem 20 horas, tem raio 80% maior que o da Terra, fica muito perto de seu sol (somente 2.500 km de distância), tem 5 vezes a massa da Terra e uma densidade muito semelhante. Ah, sim: sua temperatura gira entre 1000º e 1500º, o que indica que é impossível existir vida lá.

Entendi, descobrimos um planeta parecido com o nosso, mas que que é muito maior, mais rápido, muito mais próximo do sol, muito-muito mais quente e que não tem vida, cuja conclusão é que possivelmente ele tem superfície rochosa, já que não dá pra ter certeza de nada.

Isso é ciência.