Super Nintendo (saudades…)

01/12/2009

Baixo, frente, soco!

Marcas consagradas são motivos de fetiche.

Ai minha bolsa Prada.

Que delícia essa Perrier!

Pastilhas Valda, que refrescante!

Eu não tenho pira por marcas, com uma exceção: a Nintendo. Tive todos os consoles que a Nintendo já lançou: O Nintendinho, o Super Nintendo, o Nintendo 64, o Game Cube e, agora, o Wii.

É muito mais uma tara do que qualquer coisa, tanto que bate um certo arrependimento quando eu olho meu amigo jogando um daqueles maravilhosos jogos de Playstation 3. Eu volto pra casa e tudo o que me resta é bater uma partidinha de Boliche virtual.

E chorar sozinho na cama.

De qualquer forma, acho que o momento em que eu fui mais feliz na minha vida em termos de vídeogame foi na época que eu tive o Super Nintendo. Aquilo sim era console! Cada jogo meu…

Ai gozei.

Por isso, como é de praxe, resolvi bolar uma lista dos 10 melhores jogos de Super Nintendo. É uma lista completamente nerd e deprimente, que muita gente não vai entender. Para essas pessoas, digo o seguinte: nunca é tarde e, hoje em dia, com a prática do download ilegal, é possível baixar tudo quanto é jogo da Nintendo de grátis no seu computador.

Ficadica: Continue lendo »


Os 10 planos mais inesquecíveis da história do Cinema

28/11/2009

Hoje, meus amigos, eu queria olhar com carinho para aquilo que é a verdadeira unidade do cinema: o plano.

Um plano é um conjunto de fotogramas rodado ininterruptamente, que contém dentro dele uma restrição espacial e temporal. Um filme é normalmente feito de vários planos, como por exemplo um plano de um sujeito falando uma coisa, um segundo de um outro sujeito respondendo e por aí vai.

Nas palavras de um amigo meu que não faz cinema: “Plano é aquilo que a gente vê entre uma piscada e outra”.

O cinema é recheado de planos lendários, planos emblemáticos, planos primorosos ou planos com uma força simbólica enorme. Um plano pode durar meio segundo e pode durar vários minutos. Ás vezes, como é o caso de Arca Russa e, discutivelmente, Festim Diabólico, o filme inteiro é feito de um plano só.

Na minha lista de 10 maiores planos da história do Cinema, tentei não incluir nenhum desses casos, porque seria como dar um Oscar de Efeito Especial para um filme da Pixar.

Divirtam-se: Continue lendo »


Melhores capas do mundo [do meu iTunes]

23/11/2009

Já que eu perco um montante razoável do meu tempo conjecturando sobre coisas inúteis das quais eu não entendo quase nada, por que então não escrever sobre elas, não? Estávamos eu e meus amigos em casa, durante horas, madrugada adentro, passando meu cover flow do iTunes – fantástico esse recurso + note o programa do sábado a noite –  e como nós desse blog, já que o mundo não é competitivo o bastante, temos um tesão especial em ranquear coisas, resolvi partilhar com o mundo meu ranking pessoal sobre capas de álbuns – e por álbuns, minha gente [informem-se] eu não quero dizer coletâneas.

Depois da série “capas”, virá o ranking “Grandes Álbuns, capas de merda”. Sugiram! É sempre revigorante chutar cachorro morto. Continue lendo »


Piano e Jazz: um top 10

23/11/2009

Not.

Ultimamente ando pirando na idéia de fazer listas de top 10.

É um negócio super descolado, essas listas.

A não ser que o tema seja “pianistas de jazz” porque aí não, nada é menos descolado que isso.

Forma descolada, conteúdo afetado, leiam a lista abaixo e decidam vocês mesmos se eu mereço ser convidado nas suas festinhas: Continue lendo »


Os filmes mais engraçados da história

19/11/2009

Inspirado pelo post sincero e emocionado do Vini, me perguntei sobre o que é realmente engraçado e bolei essa lista dos 10 melhores filmes de comédia da história do cinema.

Isso, claro, segundo eu mesmo.

Aí vai: Continue lendo »