CRÍTICA: Up – Altas Aventuras

13/10/2009

Up 1

Já faz algum tempo que a Pixar assumiu a vanguarda dos filmes de animação americanos, não apenas por causa do impacto que Toy Story causou no gênero. A produtora, sob a batuta de John Lasseter, buscou sempre aliar a qualidade técnica com boas histórias. Com o tempo, a Pixar buscou desafios gráficos interessantes, como os pêlos em Monstros S. A., o mundo marinho em Procurando Nemo, superfícies metálicas em Carros e Wall-e. É, contudo, nos roteiros que a Pixar conquistaram a larga vantagem que suas produções tem hoje sobre a Fox de Era do Gelo e a Dreamworks e seu Shrek.

As histórias da Pixar buscam sair da pura infantilização, os roteiristas e diretores arriscam-se por terreno mais adultos, ou melhor seria dizer, maduros. Excetuando-se o comum Carros, suas últimas produções exploraram temas mais complexos na maioria das vezes de maneira fora do comum para filmes de animação. É o caso evidente de Wall-e e seus quase quarenta minutos com apenas um personagem em cena e suas várias camadas dramatúrgicas para abordar problemas como a destruição ambiental do planeta, o poder das megaempresas e a alienação do ser humano. Continue lendo »


Com Quem Será? Com Quem Será???

10/09/2009

Suza

Oh, galera, hoje é niver de um camarada que faz coisas mó polêmicas e descoladas.

É claro que eu tô falando do Guy Ritchie, o ex-marido da Madonna!

Mas também é niver do nosso amigão Suza um cara cheio de coisa pra falar, engraçadão e até que meio simpático, né não?

Conheci o cara no colégio num campeonato de quem comia mais cachorro quente numa sentada só (o cara era mó gordinho) e hoje ele tá até de barba. Pensa que é homem né Suza?

Pois é, galera, hoje o rapaz num pode é vacilar, que hoje ele entra na idade do perigo: 23+1. Será que ele vai sair inteiro dessa?

Pessoas, aproveita o dia de hoje pra ler o que o cara escreve, que é federal!

Abraço federalzão pro Suza!


Um milagre

21/05/2009

Ontem aconteceu um negócio estranho…
Sempre quando eu acordo, eu preparo umas torradinhas que é pra começar meu dia. Até aí, normal.
Na hora em que eu fui dar aquela mordida, vi algo de especial:

jesus-toast-1Talvez vocês não vão entender, porque é uma coisa muito pessoal… mas o negócio é que essa torrada, aparentemente comum, saiu com a cara do meu tio Barba!

toast2muilok

O mais esquisito é que ontem a noite eu estava pensando no meu tio… Aí eu acordo, faço minha torrada e pimba! Tio Barba!

Ás vezes a vida traz essas coisas miraculosas, e faz a gente querer falar das coisas que a gente gosta… o que a gente pensa, o que a gente sente… deixar alguma coisa aqui nesse mundo pra quem vem depois pensar em cima.

Por exemplo: eu gosto do meu tio Barba.

Por onde anda o tio Barba? Eu não vejo ele há séculos. A última vez que eu vi ele foi na festa do Fabinho… eu adoro meu tio porque o cara fala o que ele pensa, ele fica lá sentadão, refletindo… faz umas coisas, toca violão…

A primeira vez que eu vi um jogo de futebol foi com o tio Barba. (Portuguesa e Mogi Mirim, gol do Dener (vai Lusa!))

Tio Barbá, você anda sumido hein? Só aparece nas minhas torradas, meu!

Abraço Federal!